O versátil guindaste móvel de construção da Liebherr MK 140 garante a limpeza em uma fábrica de produtos químicos

Desde as instalações do local de montagem do reator, a elevação de colaboradores dos serviços ambientais, até à montagem e desmontagem de alguns andaimes, o guindaste móvel de construção MK 140 Plus da Liebherr esteve em constante utilização numa fábrica de produtos químicos. Na cidade Stade, da Alemanha, um reator foi desligado, limpo, revisado e reformado.

Com um alcance máximo de 58,5 metros no modo com translação do carrinho, o guindaste móvel de construção MK 140 cobriu perfeitamente a área do reator.

Com um alcance máximo de 58,5 metros no modo com translação do carrinho, o guindaste móvel de construção MK 140 cobriu perfeitamente a área do reator.

Durante um período de cerca de nove semanas, o guindaste móvel de construção MK 140 da Liebherr trabalhou quase diariamente cerca de dez horas por dia no reator de lamas de depuração de uma fábrica da empresa química norte-americana Dow, utilizando uma variedade de movimentos. Com um alcance máximo de 58,5 metros no modo com translação do carrinho, o guindaste cobria perfeitamente a área do reator. “Já tínhamos tido uma excelente experiência com um MK no último reator, o LR-600. No entanto, nessa altura o MK 110 que utilizamos já tinha atingido o seu limite. Dado o LR-602 estar ainda um pouco mais alto e termos içamentos de cargas significativas novamente, desta vez decidimo-nos pelo MK 140, simplesmente por proporcionar a altura de elevação necessária”, explica Alexander Kehrbach, coordenador dos trabalho da Dow.

Faça-se luz

Como algumas vezes os trabalhos duravam até à noite, antes de mais nada foi necessário iluminar o canteiro o melhor possível. Para isso, o MK 140 elevou o material necessário juntamente com a iluminação do canteiro para dentro do reator. Complementada pela luz do projetor de LED instalado na lança do MK 140, imperava a claridade, fosse mais cedo ou fosse mais tarde, tanto dentro quanto fora do reator.

Durante um período de cerca de nove semanas, o guindaste móvel de construção MK 140 da Liebherr trabalhou quase diariamente cerca de dez horas por dia no reator de lamas de depuração.

Durante um período de cerca de nove semanas, o guindaste móvel de construção MK 140 da Liebherr trabalhou quase diariamente cerca de dez horas por dia no reator de lamas de depuração.

Içamento até o limite

O componente mais pesado que teve de ser içado foi uma cúpula do reator com 2800 quilos. A um alcance de 33,5 metros, teve de ser elevada do interior do reator em um espaço aberto. “O controle remoto foi perfeito para esta operação: permitiu deslocar-me livremente e manter a carga sempre à vista”, afirmou o operador de guindastes Stephan Achenbach. Ele o impressiona pelo sensível e preciso controle do MK, inclusive com cargas muito pesadas suspensas no gancho. A cúpula foi colocada do lado de fora do reator, posteriormente foi tratada com jato de areia e, depois do processo de limpeza ter sido concluído, voltou a ser colocada em sua posição. Para os componentes ainda mais pesados, o MK contou temporariamente com a ajuda do guindaste móvel LTM 1500-8.1 da Liebherr, cujo desempenho já desde muitos anos tem sido comprovado na Hüffermann. Este guindaste içou, por exemplo, as pontes rolantes de 12 toneladas para fora do tanque de clarificação secundária, tendo-as posicionado novamente depois da sua reparação.

Jogar pelo seguro

Para a precisão da limpeza do tanque de clarificação secundária, o MK 140 içou vários colaboradores de uma empresa de limpeza para dentro do reator – utilizando um cesto de transporte de pessoas especialmente homologado para esse efeito. A segurança adicional, em especial nesta fase da utilização, foi assegurada pela alimentação de energia redundante e pela câmara instalada no carrinho, que permitiu ao operador de guindastes Stephan Achenbach observar sempre tudo com toda a clareza. Duas semanas antes do inicio desta utilização, a prestadora de serviços de guindaste Hüffermann já tinha obtido as devidas autorizações para este transporte de pessoas.

O MK 140 içou um total 125 toneladas de material de andaimes em quatro turnos diurnos e três noturnos.

O MK 140 içou um total 125 toneladas de material de andaimes em quatro turnos diurnos e três noturnos.

É sempre bom saber: Para maior agilidade neste tipo de utilização, a Liebherr disponibiliza para o MK 140 um equipamento adicional especial para o transporte de pessoas. Na Alemanha, quando o guindaste móvel de construção tem este equipamento instalado, fica automaticamente abrangido pelo processo de “Grundsätzlichen Zustimmung; Bedienungen für die Personenbeförderung mit Fahrzeugkranen” (Acordo básico: operações de transporte de pessoal com guindastes móveis) da “Berufsgenossenschaft Verkehr” (associação profissional de transporte).

Bem equipado para aplicações com andaimes

Para que o reator pudesse ser completamente revestido, depois da sua limpeza foi instalado um grande andaime em seu interior. Isto significa que, o MK 140 teve de içar no total 125 toneladas de material de andaimes em quatro turnos diurnos e três noturnos. Além disso, o MK 140 também elevou os andaimes móveis para o tanque de clarificação secundária, assim como diversos outros materiais e coberturas de chapa perfurada, para dentro e novamente para fora.

O operador de guindastes Stephan Achenbach ficou completamente satisfeito: “Foi um trabalho muito variado, com aspectos e tarefas diferentes, ora com controlo remoto, ora na cabina de posição ajustável em altura. Além disso, o trabalho em conjunto com todos os envolvidos foi muito bom. No geral foi muito divertido!”, afirmou Achenbach.

Dezembro 2019