Construção mais fácil com módulos pré-fabricados

Em Singapura surgiu a primeira estrutura PPVC totalmente de concreto da ilha. Aqui, muitas peças pesadas de concreto tiveram que ser elevadas. A empresa de construção Dragages Singapore utilizou dois guindastes de torre referência da Liebherr: dois 1000 EC-H 40 Litronic.

O cliente principal utilizou ambos os guindastes High-Top para a construção do “The Clement Canopy” de 40 andares – um projeto habitacional usando a primeira versão do sistema PPVC (Prefabricated Prefinished Volumetric Construction) totalmente de concreto. Embora este método de construção já tenha sido utilizado em outros países, este é, até o momento, o projeto de construção mais alto do mundo no qual este método é empregado.

Entrega dos guindastes mais potentes em Singapura

Kevin Lai, Gerente Sênior de Métodos do “The Clement Canopy”, explica: “The Clement Canopy é o nosso primeiro projeto no qual os módulos são feitos inteiramente de concreto e são muito pesados – o módulo mais pesado tem 29 toneladas.” Com uma capacidade de carga máxima de 40 toneladas, os dois guindastes de torre Liebherr são os mais potentes importados até hoje em Singapura. Eles são destinados a levantar essas peças pesadas de concreto.

Especificações de construção do governo e requisitos do cliente atendidos

No final de 2014, Singapura concedeu contratos de construção com PPVC para regiões selecionadas e monitorou rigorosamente a aplicação desse sistema, já que o processo melhoraria a produtividade em canteiros de obras. A Dragages Singapore foi contratada pela United Venture Development para a construção do projeto “The Clement Canopy”. O projeto consiste em duas torres queabrangem 505 apartamentos com uma área total de 46.000 metros quadrados. De acordo com as regulamentações do governo de Singapura, 65 % das construções acima do solo devem consistir em módulos PPVC de concreto armado.

Kevin Lai explica que durante a fase de planejamento, a Dragages trabalhou com a ADDP Architects para otimizar o layout, subdividir as unidades habitacionais em módulos e garantir que um guindaste de torre pudesse ser usado para a construção de cada bloco. Para isso, foi calculado que o módulo mais pesado teria 29 toneladas e o mais leve, 17 toneladas. A Dragages, em seguida, pesquisou no mercado de guindastes sobre os produtos adequados.

Escolha do pacote completo da Liebherr

Estabelecida anteriormente em Singapura e Hong Kong, a empresa está familiarizada com os guindastes Liebherr e limitou suas opções para três fabricantes de guindastes por meio de um processo eliminatório. Os fatores decisivos foram, entre outros, a capacidade de carga, a confiabilidade, o atendimento ao cliente em Singapura, o suporte técnico do departamento Tower Crane Solutions e um atraente pacote de propostas.

Uma outra vantagem foi o tamanho dos elementos do guindaste de torre: “o tamanho das peças da torre de 2,4 x 2,4 metros facilitou o transporte sem aumentar os custos e reduziu o trabalho no canteiro de obras. Nós certamente consideraremos a aquisição de tais guindastes no futuro, caso recebermos pedidos semelhantes”, diz Kevin Lai.

Suporte ao cliente durante o processo de construção

A Liebherr reuniu todos os documentos necessários para uma aceitação sem problemas dos seus modelos de referência. Em dezembro e janeiro, os guindastes finalmente chegaram e foram montados em quatro dias.

“Os módulos devem ser posicionados com precisão de até dois milímetros, pois desvios maiores podem prejudicar o alinhamento de todo o edifício” disse Seng Swear Wern, Gerente de Produção Civil do projeto. Para garantir isso, os guindastes de torre Liebherr estão equipados com o modo de posicionamento fino Micromove. Os operadores de guindaste são colaboradores da Dragages e foram treinados apropriadamente pela Liebherr-Singapore Pte Ltd.

Com um comprimento de lança de 35 metros, ambos os guindastes puderam operar a partir de uma posição fixa fora das duas torres e aumentaram de acordo com o ganho de altura da estrutura, conectando-se a um elemento não modular do edifício. Foram instalados o total de 1.866 módulos. Os dois modelos de referência da Liebherr estiveram em ação por mais de um ano, demonstrando seu enorme desempenho e confiabilidade.