30/08/2021 Liebherr: O MK 88 Plus atinge 300 elevações em 3 dias

  • O guindaste de torre móvel da Liebherr coloca comportas de inspeção na barragem do Mar do Norte em Husum com uma elevada capacidade de manuseio.
  • O MK 88 Plus foi projetado para um funcionamento contínuo com controle de carga de alta precisão.
  • A renovação da barragem foi concluída antes do prazo previsto.

O guindaste de torre móvel do modelo MK 88 Plus do operador de guindastes Nolte Auto-Krane completou uma verdadeira maratona de elevação durante uma inspeção estrutural da barragem do Mar do Norte próximo à Husum. Durante oito semanas de trabalho intenso, o guindaste da Liebherr suportou uma grande variedade de cargas no seu gancho mais de 1800 vezes. Ao colocar as comportas de inspeção, a máquina de elevação completou 300 operações em apenas três dias.

Carga de 1800 vezes no gancho: O MK 88 Plus entregou uma grande variedade de cargas ao estaleiro de construção no fundo da câmara da barragem durante a remodelação.

Carga de 1800 vezes no gancho: O MK 88 Plus entregou uma grande variedade de cargas ao estaleiro de construção no fundo da câmara da barragem durante a remodelação.

Carga de 1800 vezes no gancho: O MK 88 Plus entregou uma grande variedade de cargas ao estaleiro de construção no fundo da câmara da barragem durante a remodelação.

“O resultado foi muito bom com o guindaste MK”, explica Oliver Andritter. Ele foi o responsável pelos trabalhos de aço na barragem do porto de Husum, que foi construído em 1975 para proteção contra tempestades. Agora, após 46 anos, uma inspeção abrangente das instalações do Mar do Norte estava na ordem do dia. Para isso, toda água que estava dentro da barragem precisou ser retirada.

A fim de secar as instalações, as comportas de inspeção (também conhecidas como comportas de emergência) foram erguidas primeiro. No caso das instalações em Husum, o MK 88 Plus utilizou um total de cerca de 300 agulhas tubulares e intermédias para manter a água no exterior. Foram necessários apenas três dias para o MK erguer as agulhas na água com um ajuste perfeito.

Agulha XXL: Foi necessário içar cerca de 150 destas agulhas de tubo na água através do guindaste de torre para erguer as comportas de inspeção para drenar a barragem. Os mergulhadores aguardaram no fundo do rio pelos poderosos tubos.

Agulha XXL: Foi necessário içar cerca de 150 destas agulhas de tubo na água através do guindaste de torre para erguer as comportas de inspeção para drenar a barragem. Os mergulhadores aguardaram no fundo do rio pelos poderosos tubos.

Agulha XXL: Foi necessário içar cerca de 150 destas agulhas de tubo na água através do guindaste de torre para erguer as comportas de inspeção para drenar a barragem. Os mergulhadores aguardaram no fundo do rio pelos poderosos tubos.

Posicionamento rápido

Mergulhadores industriais guiaram os condutores de guindastes com as suas ordens. O objetivo comum era: manobrar os tubos com mais de onze metros de comprimento e 36 centímetros de largura, para o lugar certo no fundo da barragem. “O movimento rápido da carga através do carrinho no braço horizontal e o posicionamento rápido e seguro das agulhas é a maior vantagem em comparação com um guindaste telescópico”, explica Andritter.

Foi necessária uma colocação dos tubos com uma precisão de centímetros simplesmente porque os mergulhadores trabalhavam em águas turvas quase sem visibilidade e, muitas vezes, durante a noite. “Também fiquei muito impressionado pelo o guindaste poder ser desmontado em quinze minutos e rapidamente deslocado para outro local no estaleiro de construção”, explica Andritter, acrescentando, “esta elevada velocidade de trabalho é impressionante.”

Conclusão mais rápida

O impressionante desempenho de manuseamento dos guindastes móveis de torre da Liebherr foi também o fator decisivo para Jürgen Peters enviar um MK 88 Plus para o estaleiro de construção. “Já tivemos uma experiência muito boa com este guindaste há três anos num trabalho semelhante em Büsum”, explica: “o MK permite-nos ser muito mais rápidos neste tipo de trabalho em comparação com um guindaste telescópico convencional.”

Peters planeja e é responsável pelas grandes operações de guindaste na Nolte. Tal como na altura em Büsum, tinha agora novamente um enorme guindaste a seu cargo, além do guindaste móvel: “o nosso guindaste de treliça Liebherr LG 1750 teve de levantar as asas dos portões de proteção contra inundações, que pesam até 65 toneladas, das suas dobradiças. O MK foi responsável pela construção, bem como pelo desmantelamento, das comportas e forneceu ao estaleiro de construção nas câmaras de 13 metros de profundidade tudo o que era necessário.”

Bombas, geradores, peças de andaimes, ferramentas e até elevadores foram levantados por Chris Kubinski, bem como por Manuel Krüger com seu MK 88 Plus para os montadores e trabalhadores nas câmaras de barragem esvaziadas. Os dois experientes operadores de guindastes de torre revezaram-se em turnos na moderna cabine do guindaste.

Ponto de não-retorno: O operador de guindaste Chris Kubinski já não quer outro modelo que não seja o guindaste móvel de torre Liebherr. A cabine de elevação oferece ao operador do guindaste uma excelente visão geral ao manusear cargas. Aqui na barragem de Husum, esta é também uma vantagem inestimável em termos de segurança

Ponto de não-retorno: O operador de guindaste Chris Kubinski já não quer outro modelo que não seja o guindaste móvel de torre Liebherr. A cabine de elevação oferece ao operador do guindaste uma excelente visão geral ao manusear cargas. Aqui na barragem de Husum, esta é também uma vantagem inestimável em termos de segurança

Ponto de não-retorno: O operador de guindaste Chris Kubinski já não quer outro modelo que não seja o guindaste móvel de torre Liebherr. A cabine de elevação oferece ao operador do guindaste uma excelente visão geral ao manusear cargas. Aqui na barragem de Husum, esta é também uma vantagem inestimável em termos de segurança

Uma cabine de elevação progressiva que convence

“Conseguimos alcançar e fazer tudo com o braço de 45 metros a partir de apenas dois locais”, relata Chris Kubinski, que costumava trabalhar com guindastes telescópicos. Agora, já não quer deixar o guindaste móvel de torre da Liebherr. A cabine de elevação progressiva sem degraus, a rápida montagem e desmontagem (“só preciso de onze minutos, simplesmente imbatível!”), bem como a elevada velocidade de trabalho fizeram dele um grande fã do MK.

“O que me convenceu foi a forma de trabalhar com o guindaste de construção móvel”, diz o operador de guindastes, que faz principalmente montagens de varandas, trabalhos de fachada e, claro, montagens de telhados com seu MK 88 Plus. “Os bordos prejudiciais já não são um incômodo e quando trabalhamos perto de linhas elétricas, é muito mais fácil manter a distância de segurança necessária”.

Porém, para ele, o melhor é mesmo a possibilidade de mover cargas em segurança a partir da cabine do guindaste à altura do gancho e, assim, manter a visibilidade de todo o processo. Além disso, também gosta da opção de controlar os guindastes através do controle remoto via rádio: “Isto é especialmente vantajoso quando se montam telhados de vidro ou fachadas de vidro, quando posso estar mesmo ao lado dos montadores. É tudo feito ao milímetro”, afirma Kubinski. “Gosto muito de trabalhar com todas as possibilidades que a máquina oferece.”

Origami do guindaste: A tecnologia bem projetada e a construção sofisticada do MK 88 Plus tornam-se evidentes assim que o braço de 45 metros de comprimento se desdobra de forma impressionante.

Origami do guindaste: A tecnologia bem projetada e a construção sofisticada do MK 88 Plus tornam-se evidentes assim que o braço de 45 metros de comprimento se desdobra de forma impressionante.

Origami do guindaste: A tecnologia bem projetada e a construção sofisticada do MK 88 Plus tornam-se evidentes assim que o braço de 45 metros de comprimento se desdobra de forma impressionante.

Guindastes móveis de torre em operação

“Temos três MK 88 e um MK 140 grande só na nossa frota”, relata Jürgen Peters. A partir de Hanover, serve estaleiros de construção em toda a Alemanha para a Nolte Auto-Krane com quase 30 máquinas Liebherr. Os seus quatro guindastes móveis de torre estão em utilização permanente. “Os guindastes MK são especificamente solicitadas com uma frequência cada vez maior. Assim que os coordenadores de obras conhecem este sistema de guindastes, muitas vezes não querem mais nada para determinados trabalhos.”

Foi muito semelhante em Husum. Peters esperava que o MK 88 Plus fosse utilizado para a operação do estaleiro de construção e, sobretudo, para a construção e desmontagem das comportas de emergência devido à sua elevada frequência de elevação. Também graças ao impressionante desempenho de manuseio do guindaste, o trabalho de 2,2 milhões de euros na barragem foi concluído mais rápido do que o planejado. Portanto, os condutores e proprietários de barcos conseguiram passar para o porto de Husum quatro dias antes do previsto.

Downloads

Contato

Fabian Eber

Global Communication

Alemanha


Mais informações