Crescimento excepcional e altos investimentos

Na quinta década desde sua fundação, o Grupo cresce de forma extremamente dinâmica: grandes investimentos, bem como novas estruturas organizacionais, reforçam a competitividade da empresa em escala internacional.

Montagem das placas de circuito impressas em Lindau (Alemanha)

Montagem das placas de circuito impressas em Lindau (Alemanha)

Para muitos produtos da Liebherr, os sistemas eletrônicos desempenham um papel decisivo. Para máquinas de construção e equipamentos de mineração, guindastes marítimos, aeronaves, vagões, entre outros, o Grupo se vale de tecnologias progressivas desenvolvidas internamente.

2001 Busca por especialidades eletrônicas

A Liebherr-Elektronik GmbH em Lindau (Alemanha) inicia suas operações. Um centro de competência moderno com tecnologia de ponta dedicado à fabricação de conjuntos eletrônicos e sistemas para máquinas de construção e equipamentos de mineração, guindastes marítimos, aeronaves, vagões, entre outros.

Cerca de 1/3 dos colaboradores faz parte do departamento de pesquisa e desenvolvimento. Eles têm um conhecimento aprofundado em design de hardware eletrônico e são especializados na área de aviação e aplicações industriais.

Isolde Liebherr e Willi Liebherr, em 2004, na feira comercial de Bauma, em Munique

Isolde Liebherr e Willi Liebherr, em 2004, na feira comercial de Bauma, em Munique

2002 Reestruturação de acordo com as áreas de produtos

A organização do Grupo anteriormente sediada no país é substituída por uma estrutura com base em área de produto; uma etapa importante para consolidar as vendas e os recursos tecnológicos de forma mais sólida e implementá-los com maior eficácia.

Como empresa holding, a Liebherr-International AG em Bulle (Suíça) toma decisões de maneira central sobre questões relativas às políticas corporativas, de desenvolvimento e de produtos, bem como às políticas financeiras e de investimento. As divisões de produto operam como unidades de negócios autônomas. Isso garante que cada área de produto possa responder de forma personalizada e orientada aos objetivos. Além disso, novas tecnologias podem ser incorporadas aos produtos compatíveis com o mercado.

  • 2004 Máquinas de corte de engrenagem para o mercado indiano

    Em Bangalore (Índia), um novo local de produção foi inaugurado em 2004. A Liebherr Machine Tools India Pvt. Ltd. é responsável pela montagem final e ativação das máquinas de corte de engrenagem para o mercado indiano e pelas negociações com vendas/distribuição, além da prestação de serviços.

  • 2004 Novo local de produção na China

    Na instalação de Dalian, no norte da China, a Liebherr inaugura uma nova fábrica para máquinas de movimentação de terra. De agora em diante, as escavadeiras sobre esteiras e pás-carregadeiras são produzidos ali para o mercado local.

  • 2005 Produção de guindastes marítimos no Báltico

    Desenvolvimento e produção de guindastes marítimos no Báltico: Em Rostock (Alemanha), a Liebherr-MCCtec Rostock GmbH abre uma fábrica para guindastes portuários móveis, guindastes navais e guindastes offshore.

  • 2005 Sistemas de aviação no Brasil

    A Liebherr Aerospace Brasil Ltda. foi fundada em 2005, em Guaratinguetá (Brasil). A unidade é especializada em máquinas de precisão, tratamento de superfície e montagem de componentes de alta tecnologia para controle de voo e sistemas de atuação, sistemas de gerenciamento aéreo e trens de pouso de aeronaves.

  • 2007 Gabinetes de resfriamento comerciais para a Malásia

    Em Kluang (Malásia), a Liebherr Appliances Kluang SDN. BHD. fabrica refrigeradores e freezers para uso comercial desde 2007, por exemplo, freezers para sorveterias.

  • 2003 a 2008 Crescimento excepcionalmente dinâmico

    Em 2003 a 2008, o Grupo cresce notavelmente bem. As vendas gerais consolidadas durante esse período atingem mais do que o dobro e chegam a 8,4 bilhões de euros.

    Ao mesmo tempo, a Liebherr investe quase 2,8 bilhões de euros na ampliação de instalações existentes e na construção de diversos novos locais de produção.

    A organização de vendas e serviços também passa por uma expansão considerável. Em todo o mundo, quase 12.000 novos empregos são criados no Grupo durante esses seis anos.

    Guarda-sóis com tecnologia de guindaste na Arábia Saudita

    Guarda-sóis com tecnologia de guindaste na Arábia Saudita

    Como um projeto especial, a Liebherr desenvolve e produz um total de 250 guarda-sóis para os peregrinos em Medina (Arábia Saudita). As telas são desdobradas com o auxílio da tecnologia de guindastes e oferecem no total cerca de 156.000 metrosquadrados de sombra, em um espaço que também é usado como área de oração em frente à mesquita. A abertura e o fechamento de cada tela são feitos por meio de um sistema de acionamento eletromecânico. Uma unidade central controla e monitora o movimento de todas as 250 telas, as quais podem ser totalmente abertas ou fechadas em menos de 15 minutos.

    2008 a 2009 Grandes guarda-sóis para Medina

    A Liebherr-Werk Ehingen GmbH é encarregada de produzir grandes guarda-sóis para um local de peregrinação em Medina, Arábia Saudita.

    Durante o desenvolvimento dos guarda-sóis com 15 metros de altura, a empresa faz uso de seu conhecimento em tecnologia de guindastes. Para assegurar que os guarda-sóis possam oferecer sombra, um cilindro hidráulico deve desdobrar um teto e elevá-lo cinco metros acima do chão. Cada uma das 250 telas produzidas oferece proteção contra o sol para cerca de 800 peregrinos.

    Pontes de carregamento de contêiner da Liebherr no porto de Southampton (Grã-Bretanha)

    Pontes de carregamento de contêiner da Liebherr no porto de Southampton (Grã-Bretanha)

    2009 Sólido mesmo em tempos incertos

    Sendo um Grupo internacional, a Liebherr também vive as consequências da depressão global e das crises financeiras. Apesar da queda nos lucros, o número de colaboradores permanece estável e as medidas de investimento central são mantidas. Como foi o caso durante as baixas na economia do mercado, a variedade de produtos e a presença em diferentes mercados puderam estabilizar a organização como um todo. Apenas um ano depois, o Grupo consegue registrar um índice de vendas positivo de quase 10%.